5 Filmes Incríveis que ganharam meu coração

Confesso que essas férias me fizeram virar a “louca dos filmes” e como eu adoro compartilhar coisas boas com vocês eu separei os TOP 5 que ganharam meu coração

  • A proposta

a-proposta

Confesso, esse filme é bem velho, mas eu nunca, pasmem, tinha assistido.
Quando a perigosíssima editora de livros Margareth (Sandra Bullock) se vê diante da deportação para o seu país de origem, o Canadá, a executiva de raciocínio rápido declara que na verdade está noiva de seu desprevenido e injustiçado assistente Andrew (Ryan Reynolds), que ela atormenta a anos. Ele concorda em participar da farsa, mas com algumas condições. O casal viaja para o Alasca para conhecer a excêntrica família dele e a “garota da cidade sempre no controle” se vê em diferentes situações cômicas. Com o casamento improvisado sendo organizado e o oficial de imigração atrás deles, Margareth e Andrew relutamente seguem seu plano, apesar das consequências.

  • Simplesmente acontece

051042.jpg

Mano do céu, que filme é esse? Se você ainda não assistiu, tá perdendo tempo garota!

Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) são melhores amigos, mas são obrigados a se separarem quando ele e sua família se mudam da Irlanda para os Estados Unidos. Mesmo longe um do outro os amigos encontram uma maneira de não perder o contato e quem sabe um dia isso se transformar em amor.

  • D.U.F.F

170494.jpg

Esse com certeza foi um dos melhores que eu já assisti, e o melhor de tudo: Não é tão previsível como a maioria dos filmes

A jovem Bianca (Mae Whitman) descobre um dia que foi escolhidas pelas amigas de colégio como uma DUFF (Designated Ugly Fat Friend), ou seja uma amiga feia para que elas se pareçam ainda mais bonitas em comparação. Revoltada, Bianca pede a um atleta popular da escola para ajudá-la a melhorar o seu visual.

  • Como eu era antes de você

303307.jpg

Um filme um pouco triste? Talvez. Fiquei um pouco revoltada? Talvez também. Mas… não deixa de ser um filme incrível!

Rico e bem sucedido, Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto, ao atravessar a rua em um dia chuvoso. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas. A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele.

  • O lado bom da vida

20416349.jpg

Só tenho uma palavra para descrever esse filme: Espetacular

Após encontrar sua mulher com outro homem, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) acaba surtando e perdendo sua casa, o emprego e seu casamento. Depois de passar um tempo em um sanatório, ele volta para a casa dos pais decidido a reconstruir sua vida. Embora ele ainda apresente um comportamento estranho, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher tão diferente quanto ele e que poderá mudar sua vida.

E então galera? Quais são seus filmes preferidos? Adoraria saber nos comentários ❤

 

Resenha -Por Você, livro 1 da Trilogia Fixed de Laurelin Paig + Download Grátis em PDF

porvc-capa.jpg

Para ler a sinopse clique AQUI.

Bom gente, eu fico até sem palavras pra falar desse livro maravilhoso, sabe aquele que prende sua atenção do começo ao fim?

Alayna é uma mulher linda, sexy e inteligente que acaba de terminar seu MBA em administração e trabalha em uma boate. Já Hudson é um magnata empresário, sexy, lindo, inteligente e com alto poder de sedução, mas que é totalmente incapaz de amar. Logo de cara eles parecem ser dois personagens super diferentes mas que tem uma química indescritível. Confesso que quando comecei a ler o livro eu imaginei que ia ser o mesmo enredo de todos os outros, mas eu realmente me surpreendi. Os dois personagens se conhecem e Alayna se vê totalmente atraída por ele (como não?), o poderoso empresário lhe faz uma proposta: Alayna teria que fingir ser sua namorada super apaixonada por um tempo, logo de cara ela não aceita, mas se vê obrigada depois que o irmão nega pagar seus estudos e apartamento. Fingir ser a namorada de um empresário rico e sexy não parece uma má ideia se Alayna não tivesse um problema com relacionamentos, ela tende a ser obsessiva sobre os homens, nas palavras dela, ela “ama demais”.

(…) descobri que me sentia capaz de dividir os homens pelos quais eu me sentia atraída em duas categorias. A primeira categoria podia ser descrita como: foder e esquecer. Esses eram os homens que me levavam para o quarto, mas eram fáceis de deixar para trás, se necessário.

Hudson tem um passado um tanto quanto assustador em comparação com o de Alayna, e precisa dela para fingir esse namoro e mostrar para a mãe (que é uma vaca e grossa, por sinal) que ele é capaz de amar, se livrando assim da candidata a Sra. Pierce (Célia).
Eles levam adiante um relacionamento muito complicado, Hudson se fecha totalmente para Alayna, que tão logo se vê apaixonada por Hudson, ao longo da história ele se abre um pouco com ela revelando o seu assombroso passado.
Alayna tenta lutar contra ela mesmo depois de três anos instável,e namorar Hudson Pierce (mesmo que dê mentirinha) dificulta um pouco as coisas. Os dois embarcam em uma história cheia de cenas quentes e segredos a serem desvendados.

Esse livro realmente me deixou completamente apaixonada, eu o li em menos de 24 horas, impossibilitada de dar uma pausa se quer. Gostei muito da personagem de Alayna, ela realmente não tem todo aquele mimimi de outras personagens, acho que por ser uma mulher mais madura de 26 anos. Um ponto negativo nela é o choro, achei que ao longo da historia ela chora mais vezes que o necessário, mas isso compensa por não ser uma personagem bobinha que aceita as coisas calada (os melhores diálogos são os barracos dela e da mãe de Hudson). Adorei a forma como a autora manteve a personalidade dos dois ao decorrer do livro, ela não fez um antes de se apaixonar/depois de se apaixonar. Senti a falta da participação de alguns personagens do livro, como a amiga de Alayna, que aparece poucas vezes.
Outro ponto positivo é o jeito de Hudson, a autora não copiou sua personalidade como a de tantos livros, ele é um homem grosso, mas que ao mesmo tempo consegue ser apaixonante e não tem aquele jeito petulante de ser.

Se eu pudesse classificar esse livro com cinco estrelinhas, com certeza ele ganharia todas elas. Vale muito a pena ler, e eu indico muito!!

Para baixar o livro em PDF Grátis, clique AQUI.